Blog Seguro Garantia

Artigo 3 – Seguro garantia: como a AVITA revolucionou o mercado

O seguro garantia foi criado pelos norte-americanos no fim do século XIX. A finalidade era minimizar os prejuízos suportados pelo Estado com o inadimplemento dos contratos por parte das construtoras responsáveis pela execução de obras públicas.

No Brasil, o surgimento do instituto do seguro garantia ocorreu mediante uma alteração na Lei de Licitações, em 1994. Desde então, foi disciplinado por várias normas e, atualmente, conta com um complexo ordenamento que estabelece as regras para sua comercialização.

Inicialmente pensado como garantia contratual, o seguro garantia foi se amoldando às necessidades das relações públicas e privadas, estendendo-se à seara judicial em 2003, através da edição de norma pela Superintendência de Seguros Privado (SUSEP). De lá para cá, muita coisa mudou…

Seguro garantia: uma solução financeira para as empresas

Em 2006, o seguro garantia judicial foi regulamentado em lei, através da alteração do Código de Processo Civil vigente à época. No que tange às execuções fiscais, a possibilidade de caução por seguro garantia judicial foi assegurada em 2014, com a inclusão dessa modalidade de garantia no rol estabelecido pela Lei de Execuções Fiscais.

Em comparação a outros meios de garantia disponíveis no mercado, como a fiança bancária e a caução em dinheiro, o seguro garantia apresenta vantagens como menor custo e não comprometimento do limite de crédito da empresa, sendo, portanto, amplamente utilizado atualmente.

As corporações começaram a enxergar o impacto positivo trazido pela modalidade no bolso, aumentando cada vez mais a demanda pela contratação do seguro em substituição a outras formas de garantia.

Após quase 15 anos trabalhando como executivos nas principais empresas do setor de seguros e de muito trabalho institucional, contribuindo com a base legal do seguro garantia, os advogados Adriano Almeida e Daniela Durán, ex-executivos da Aon, e Rodolfo Fonzar, ex-diretor do BTG Pactual, entenderam ser um novo momento para o mercado: o momento da tecnologia aplicada ao seguro.

Assim, se uniram para criar a AVITA, insurtech que emite e gerencia apólices de seguro garantia e fiança locatícia de forma on-line, automatizada e descomplicada.

Com uma linguagem fácil, moderna, sem cotovelos e com a finalidade de desburocratizar o modelo atual, a AVITA revolucionou e dominou o mercado de seguro garantia judicial no Brasil. Emitindo um volume médio de 5 mil novas apólices por mês, a startup atende hoje 150 grandes grupos econômicos de diversos setores como varejo, telefonia, serviços, alimentos e bebidas e siderurgia.

A problemática do modelo tradicional e a Revolução Avita

No modelo tradicional de corretagem, a burocracia existente prejudica a agilidade na emissão das apólices de seguro garantia. As seguradoras, para mitigarem seus riscos, exigem do tomador o preenchimento de complexos formulários de dados, além da apresentação de diversos documentos comprobatórios.

Especialmente em se tratando de seguro garantia judicial, a agilidade na emissão da apólice é essencial. Os prazos judiciais não esperam, e a demora pode significar um prejuízo enorme para as empresas.

Ocorre que, nesses moldes, a emissão e gerenciamento das apólices demanda um enorme gasto de tempo e energia das equipes jurídicas e de seguros.

E se houvesse uma plataforma completa que pudesse eliminar as ineficiências e reduzir perdas de forma automática e segura?

Foi pensando nisso que a insurtech AVITA desenvolveu um modelo de trabalho totalmente inovador e único no mercado, permitindo às empresas:

• eliminar o trabalho de preenchimento de dados;
• reduzir o trâmite de emissão de uma apólice para poucos segundos;
• obter total transparência no processo de cotação;
• diminuir custos operacionais e financeiros relacionados à contratação e gestão das apólices de seguro.

O sistema desenvolvido pela AVITA permite a emissão e controle de todas as apólices, vencimentos, renovações, cancelamentos e limites com cada seguradora de forma automática. E por estar ligado com os Tribunais Brasileiros, acompanha os movimentos de cada processo em tempo real, dando previsibilidade jurídica e financeira às empresas. Uma mudança disruptiva no mercado!

Em um segmento que completa 28 anos desde sua criação (18 para o seguro garantia judicial), a AVITA, com menos de 2 anos de existência, alcançou a liderança em volume de emissões em 2020, sendo o modelo uma revolução no mercado de seguro garantia para seus clientes e parceiros seguradores. Quer fazer parte dessa revolução?